LEV-ROXO (1)

A polifarmácia na terceira idade

Juliana Chaer

10 out |

4 min

Compartilhe:

Polifarmácia na Terceira Idade
A polifarmácia na terceira idade refere-se ao uso simultâneo de múltiplos medicamentos por pessoas idosas. Isso pode ocorrer devido a diversas condições médicas crônicas que são comuns nessa fase da vida.

Fatores Contribuintes
– Múltiplas Condições de Saúde: À medida que as pessoas envelhecem, é mais comum que desenvolvam várias condições médicas, resultando em uma lista crescente de medicamentos.

– Prescrições por Diferentes Médicos: Os idosos frequentemente consultam diferentes especialistas, o que pode levar a múltiplas prescrições sem coordenação.

– Autoadministração: A autoadministração de medicamentos pode ser desafiadora para os idosos, levando a erros na dosagem e na aderência ao tratamento.

– Alterações Fisiológicas: O envelhecimento afeta a forma como os medicamentos são metabolizados, aumentando o risco de efeitos colaterais.

– Sensibilidade a Medicamentos: Os idosos podem ser mais sensíveis aos efeitos dos medicamentos devido a mudanças na função hepática e renal.

Gerenciamento da Polifarmácia
– Revisão Médica Regular: Consultas regulares com um geriatra podem ajudar a coordenar o tratamento.

– Lista de Medicamentos Atualizada: Manter uma lista atualizada de todos os medicamentos é fundamental para evitar interações prejudiciais.

– Comunicação entre Médicos: Os médicos devem se comunicar para garantir consciência total dos medicamentos prescritos.

– Simplificação da Terapia: Procurar simplificar o regime de medicamentos, eliminando duplicações e medicamentos desnecessários.

– Educação do Paciente: Orientar os pacientes idosos sobre os medicamentos, doses e possíveis efeitos colaterais.

– Monitoramento Regular: Acompanhar de perto os efeitos dos medicamentos e estar atento a sinais de reações adversas ou interações medicamentosas.

Conclusão
A polifarmácia na terceira idade é um desafio real, mas com o devido gerenciamento médico, conscientização e medidas adequadas, é possível minimizar os riscos e proporcionar uma melhor qualidade de vida para os idosos.

Veja também

Estar preparado para os imprevistos durante a aposentadoria é crucial para garantir segurança fin...

Construindo uma rede de segurança financeira

06 jun |

Envelhecer é um processo natural da vida, repleto de mudanças e desafios que podem afetar diverso...

A importância do Prazer na Vida da Pessoa Idosa

05 maio |

A fisioterapia domiciliar, como o próprio nome sugere, é um serviço de fisioterapia prestado dire...

Fisioterapia domiciliar para idosos

05 maio |